Paraná busca desenvolvimento econômico por meio do cicloturismo
Representantes de diversas frentes que envolvem o seguimento conheceram o Programa de Vocações Regionais Sustentáveis e a iniciativa Michi no Eki, e debateram as diversas iniciativas que buscam estimular essa categoria de turismo no Paraná

Representantes de diversas frentes que envolvem o cicloturismo, principalmente de Curitiba, Região Metropolitana e Litoral, conheceram as iniciativas do programa estadual de Vocações Regionais Sustentáveis (VRS), especialmente as relacionadas ao seguimento, nesta segunda-feira (26), na Celepar, na Capital.
Criado pela Invest Paraná, agência de promoção e atração de investimentos do Governo do Estado, o programa tem como objetivo integrar produtos locais a cadeias de valor de forma sustentável, fortalecendo relações sociais, culturais e ambientais. Para isso, possui um ciclo de três etapas: valorização do conhecimento tradicional, inserção de inovações tecnológicas e aberturas de canais de vendas.

O VRS é baseado em metodologias similares desenvolvidas em outros países e importadas pela Invest Paraná por meio de sua rede de relacionamento com instituições internacionais. A metodologia “Value Links”, da agência de cooperação alemã GIZ, e a “One Village, One Product”, criada pelo Japão e difundida por diversas outras nações em desenvolvimento.

Clique aqui para acesso completo da notícia.



Governador destaca vocações regionais em fórum mundial sobre desenvolvimento econômico
Em painel internacional, governador reforçou a vocação paranaense de produzir alimentos e apresentou iniciativas para pequenos produtores. Um deles é o Programa de Vocações Regionais Sustentáveis do Paraná, que fortalece a originalidade de produtos locais.