Paraná e província japonesa de Hyogo estudam criação de estações multiuso nas rodovias
A proposta é instalar 15 estações em pontos turísticos para atender a população com lazer e turismo, promovendo a qualidade de vida. A criação dos espaços leva em conta a cultura local e a geração de emprego e renda às comunidades.

O sistema japonês "Michi no Eki" (Estações da Estrada) foi apresentado nesta semana na primeira palestra realizada em conjunto entre a Invest Paraná e a província de Hyogo (Japão). A agência responsável pela prospecção e atração de novos investimento ao Estado é vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest). Estavam presentes representantes de diversas secretarias estaduais, instituições, municípios e interessados.

A empresa lidera o processo de cooperação com a província japonesa para o desenvolvimento de 15 estações da estrada, pelo sistema Michi no Eki. A parceria é fruto da irmandande de Hyogo com o Paraná, que perdura por 51 anos.

A proposta é instalar uma estação em cada região turística, proporcionando infraestrutura para alavancar a geração de emprego e renda dos paranaenses, com foco no desenvolvimento do turismo sustentável e regional.

VOCAÇÕES REGIONAIS SUSTENTÁVEIS – O desenvolvimento do Michi no Eki é um dos componentes do Programa de Vocações Regionais Sustentáveis, desenvolvido pela Invest Paraná, com foco na qualificação e valorização das vocações paranaenses, visando a promoção em âmbito nacional e internacional.

A equipe da agência buscou as melhores práticas internacionais de desenvolvimento local por meio do estreitamento de relações com diversos organismos multilaterais com a intenção de trazer ao contexto do Estado práticas testadas e aprovadas pelo mundo.

Clique aqui para acesso completo da notícia


Paraná busca desenvolvimento econômico por meio do cicloturismo
Representantes de diversas frentes que envolvem o seguimento conheceram o Programa de Vocações Regionais Sustentáveis e a iniciativa Michi no Eki, e debateram as diversas iniciativas que buscam estimular essa categoria de turismo no Paraná