Programa de Vocações Regionais Sustentáveis apoia agricultores do entorno da Bacia do Miringuava
Valorização dos produtos locais é trabalhada pela Invest Paraná e pela Sanepar a fim de aprimorar o trabalho já desenvolvido junto aos agricultores da Bacia do Miringuava, diretamente impactados pela construção da barragem.

O desenvolvimento de produtos locais do entorno da Bacia do Miringuava, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), foi debatido com a comunidade nesta semana. O encontro foi promovido pela Invest Paraná, Sanepar, e Instituto de Desenvolvimento Rural do Estado do Paraná (IDR-PR), com apoio da prefeitura.

O tema foi objeto de acordo de cooperação firmado entre a Invest Paraná e a Sanepar, com o objetivo de aprimorar o trabalho já desenvolvido junto aos agricultores da Bacia do Miringuava, diretamente impactados pela construção da barragem.

A valorização da cultura e dos produtos locais será feita pelo Programa de Vocações Regionais Sustentáveis (VRS), lançado pelo Governo do Paraná neste mês. De acordo com o assessor técnico da Invest Paraná, Bruno Banzato, o programa estadual vai complementar as ações já desenvolvidas pelo Planejamento de Desenvolvimento Socioterritorial do Miringuava (PDST), do município.

“O Programa de Vocações Regionais surgiu exatamente para impulsionar o desenvolvimento local e abrir portas nos mercados nacional e internacional”, disse. “Estamos buscando produtos sustentáveis para mostrar ao mundo e, assim, promover o desenvolvimento do Estado do Paraná, criando uma marca no Estado”.

“A Sanepar é parceira das comunidades onde atua. Na região do Miringuava, temos vários projetos em desenvolvimento e esse encontro trouxe novas possibilidades de ampliação das ações conjuntas”, afirma o diretor de Meio Ambiente e Ação Social, Julio Gonchorovsky.

Acesse a notícia completa aqui


Unicentro integra programa para incentivar as Vocações Regionais Sustentáveis do Paraná
Universidade Estadual do Centro-Oeste foi vencedora da licitação para participar do Programa de Apoio às Vocações Regionais Sustentáveis (VRS), que é desenvolvido pela Invest Paraná. Instituição será responsável por dez especialidades do VRS.